Meu perfil
BRASIL, Sul, MARILANDIA DO SUL, centro, Mulher, de 46 a 55 anos, Portuguese, Cinema e vídeo, Livros
Outro -




Arquivos

Votação
 Dê uma nota para meu blog

Outros links
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis




Blog de oceliarosacruz
 




Escrito por oceliarosacruz às 19h56
[] [envie esta mensagem
] []







Escrito por oceliarosacruz às 19h50
[] [envie esta mensagem
] []







Escrito por oceliarosacruz às 18h21
[] [envie esta mensagem
] []





 

A afinidade produz a mimetização da aparência e comportamentos

 

“A imitação é a forma mais profunda de elogio”

“Eles são farinha do mesmo saco”

“Eles estão na mesma vibração”

(Ditados populares)

 

Pessoas que estabelecem boas ligações pessoais entre si são similares em muitas coisas, como valores, cultura, nível econômico e atitudes. Por exemplo, a similaridade nesses quesitos é a base do relacionamento amoroso (homogamia) e da amizade (homofilia).

Além disso, em um dado momento, pessoas que estão solidárias, sentindo empatia ou concordando entre si mostrarão vários tipos de comportamentos e posturas semelhantes. Este é o tema deste artigo.

 “Temos algo em comum”

Quando duas pessoas começam a se conhecer e estão interessadas em estabelecer um bom relacionamento pessoal entre si, cada uma delas começa a contar a sua história de vida e se interessar pela história da vida da outra e ficam muito felizes quando encontram coincidências ou pontos em comum.

As seguintes frases ilustram as reações verbais a esse tipo de constatação:

“Ah, você também é mineiro!”

“Que interessante, você também é amiga do fulano”

“Eu também estudei nesta escola!”

“Somos da mesma profissão!”

“Eu também sou vegetariano!”

“Que coincidência! Também adoro rock dos anos setenta!”

Segundo Desmond Morris, famoso etólogo inglês e autor de vários livros traduzidos para o português, as pessoas que querem estabelecer vínculo com um novo conhecido procuram similaridades entre fatos importantes que ocorreram em suas vidas porque a constatação dessas similaridades funciona como substituto para uma história em comum que não houve. A história de vida em comum aproxima e liga as pessoas (amigos de infância, colegas de colégio, etc.).

 

Similaridade na produção

A palavra “produção” tal como é usada neste artigo, é o nome do conjunto de medidas que uma pessoa pode tomar para mudar rapidamente a sua aparência. Essas medidas são tomadas principalmente nas seguintes áreas: vestuário (vestido, saia, calça, camisa), adornos (colares, pulseiras, etc.), artefatos (cinto, sapato, etc.) e tratamento da pilosidade (intervenções na pilosidade de todo o corpo: cabelo, barba, pernas braços, púbis, etc.).

A produção é uma espécie de outdoor ambulante onde cada um anuncia uma porção de coisas: traços de personalidade, afiliação a grupos (militares, punks, religiosos), gênero (roupa de homem e de mulher). Ela também é uma ótima ferramenta para produzir efeitos nas outras pessoas: atrair, provocar admiração, impor distância, etc.

A produção, portanto, é uma ótima forma de mostrar similaridade ou dissimilaridade com outra pessoa em várias áreas. Duas pessoas que compartilham estilos de vida tendem a produzir-se de forma semelhante. Por exemplo, elas apresentam similaridade em seus vestuários, cortes de cabelo e  adornos.

 

Similaridades de comportamentos, posturas e vocalizações

Os comportamentos podem ser alterados em uma fração de segundo. Por exemplo, a voz e a face podem mostrar emoções que duram poucos segundos; você pode dirigir a sua face e os seus olhos para uma pessoa que está falando algo interessante e, logo em seguida, desviá-los para outra pessoa ou para outro acontecimento que atraia a sua atenção; você pode se inclinar para frente e apoiar o seu queixo na palma de uma mão quando está pensativo e, em seguida, aprumar o tronco e levantar os braços para preparar-se para gesticular porque vai começar a falar.

Pois bem, quando estamos sentindo algo parecido como o que outra pessoa está sentindo, quando temos atitudes similares as dela ou simpatizamos e concordamos com o que ela está dizendo, tendemos a mostrar comportamentos similares aos dela. Isso acontece porque sentimentos e atitudes similares geralmente são expressos de forma similar.

A similaridade de comportamentos, posturas e vocalizações ocorrem por três motivos: (1) a exposição de duas pessoas às mesmas situações podem evocar sentimentos, pensamentos e atitudes similares, os quais, por sua vez, tenderão a evocar comportamentos similares. (2) tendemos a copiar os comportamentos daquelas pessoas com as quais simpatizamos ou estamos em sintonia. Essa cópia pode acontecer involuntária e inconscientemente ou deliberadamente e (3) aquilo que outras pessoas estão sentindo nos contagia: podemos experimentar “por tabela” aquilo que outras pessoas estão sentido (experiências vicariantes). Por exemplo, ao assistirmos um filme ou lermos um livro, podemos nos comover até as lágrimas com o sofrimento de um personagem que está passando por uma situação muito difícil.



Escrito por oceliarosacruz às 07h40
[] [envie esta mensagem
] []





 

Essa similaridade de pensamentos, sentimentos e atitudes entre pessoas pode transparecer nos seus comportamentos, posturas corporais e vocalizações. Quando isso acontece, elas mostram comportamentos semelhantes, comportamentos sincronizados, posturas corporais similares e diversos aspectos de suas vocalizações se tornam muito parecidos ou idênticos.

 

Uso da similaridade para avaliar acordo entre pessoas

O grau de similaridade ou diferença entre esses tipos de comunicação podem ser usados para avaliar o grau de acordo, simpatia e identificação que estão acontecendo entre duas pessoas em um dado momento.

Em uma reunião onde está havendo uma divergência entre duas pessoas, Mariana e André, é possível saber quais dos presentes estão tomando partido de cada uma delas. Basta observar quais dessas pessoas estão assumindo posturas corporais similares as de Mariana e quais estão assumindo posturas corporais semelhantes às eu estão sendo mostradas por André. Também é possível que alguns dos presentes estejam assumindo simultaneamente parte das posturas de Mariana e parte de André. Por exemplo, um deles está de braços cruzados como Mariana e com o tronco inclinado para trás como Mariana. Essas pessoas provavelmente não estão concordando inteiramente com nenhum dos dois contentores.

Claro, a similaridade postural não é um critério suficiente para tirar conclusões sobre a similaridade emocional ou de atitudes entre duas pessoas. Por exemplo, ambos podem estar de braços cruzados porque estão com frio e não porque estejam de acordo sobre o assunto que está sendo tratado. Outras pistas podem reforçar ou enfraquecer essa confiança: sorrisos, acenos de cabeça, vocalizações de aprovação, falta de reação quando um deles fala, etc. são outras pistas que devem ser levadas em conta.

 

Estão ou são semelhantes?

Se duas pessoas mostram várias semelhanças comportamentais em um dado momento, dizemos que elas estão sintonizadas ou afinadas naquilo que está sendo tratado ou está acontecendo. Se esses momentos perduram ou são muito frequentes entre duas pessoas, dizemos que elas são semelhantes.

Se além dessas semelhanças comportamentais e posturais também verificamos que elas são semelhantes em outros aspectos (aparência física, produção, valores, nível econômico, etc.) dizemos, então, que elas são “farinhas do mesmo saco”.


Vamos examinar agora, mais sistematicamente, alguns tipos de similaridades comportamentais entre pessoas que, em um dado momento, provavelmente estão em boa sintonia ou estão receptivas ao que a outra está comunicando.

 

Fontes comportamentais de similaridade ou dissimilaridade

As pessoas que estão em harmonia, estão se entendendo ou compartilham a mesma visão das coisas, muitas vezes apresentam vários tipos de similaridades entre si. As principais dessas similaridades acontecem nos seguintes tipos e comportamento:

- Similaridade postural (“ecopostura”, “par de jarros”). Por exemplo, postura das pernas e dos braços, inclinação do tronco e inclinação da cabeça semelhantes as do interlocutor. 

- Isopraxias. Fazer a mesma coisa que a pessoa está fazendo: pedir o mesmo prato, ler, caminhar, etc. enquanto o outro faz o mesmo

- Sincronias de movimentos: mover-se ao mesmo tempo que a outra pessoa: dançar, levar a colher a boca, dizer a mesma palavra, etc. simultaneamente com a outra pessoa. 

- Sincronia voz / movimento. Uma pessoa movimenta-se no ritmo da fala da outra pessoa. Parece, portanto, que uma parte do corpo do ouvinte está dançando no ritmo do som da fala do falante.

- Posição espacial. Duas pessoas adotam disposições espaciais semelhantes: sentado / sentado, em pé / em pé, ambos encostados em uma parede, etc.

- Similaridades vocais. As vocalizações possuem diversos tipos de propriedades. Os seguintes três tipos de similaridades vocais entre dois interlocutores estão entre os mais importantes para indicar afinidades entre eles:

- (1) Similaridade formal: comprimentos de frases, de parágrafos similares ou de pausa são similares; entonações de voz e precisões de articulações similares; etc.

- (2) Vocabulário e construções de frases similares

- (3) Assuntos: gostar dos mesmos temas 

Os graus de semelhança ou diferença na aparência e nos comportamentos de duas pessoas ajudam a avaliar quanto elas compartilham as mesmas atitudes e valores.



Escrito por oceliarosacruz às 07h39
[] [envie esta mensagem
] []





O ciúme nasce sempre com o amor, mas nem sempre morre com ele.



Escrito por oceliarosacruz às 20h49
[] [envie esta mensagem
] []







Escrito por oceliarosacruz às 10h45
[] [envie esta mensagem
] []







Escrito por oceliarosacruz às 10h43
[] [envie esta mensagem
] []







Escrito por oceliarosacruz às 12h58
[] [envie esta mensagem
] []







Escrito por oceliarosacruz às 12h57
[] [envie esta mensagem
] []





"Nossa dor vem da distância entre aquilo que somos e o que idealizamos ser".

Friedrich Nietzsche



Escrito por oceliarosacruz às 07h39
[] [envie esta mensagem
] []





Um dia me disseram que quem ama de verdade nunca desiste,, quem ama de verdade desiste sim, mas não deixa de amar. Quem ama de verdade não consegue encontrar a felicidade em outro alguém, mas aprende a viver sorrindo mesmo estando incompleto. Quem ama de verdade nunca esquece o toque, o olhar, e os momentos vividos com aquele que se ama. Quem ama de verdade não deixa de amar não importa o tempo que passe, apenas espera que o tempo resolva tudo, e acredita na filosofia de que o que tiver que ser será .Foto: Mas não te procuro mais, nem corro atrás. Deixo-te livre para sentir minha falta, se é que faço falta… Tens meu número, na verdade, meu coração, então se sentir vontade de falar comigo ou me ver, me procura você.



Escrito por oceliarosacruz às 07h27
[] [envie esta mensagem
] []







Escrito por oceliarosacruz às 07h08
[] [envie esta mensagem
] []



 
  [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]